Baixamar

Software livre e bibliotecas

Archive for the ‘Documentação’ Category

Fesabid 09

Posted by João Manuel Peres Lijó em Domingo, 17 Maio, 2009


fesabid

XI Jornadas Españolas de Documentación, Saragossa (Espanha) 20-22 de Maio de 2009.

O Software livre chegou para ficar. Nestas jornadas de Fesabid celebraram-se vários workshops relacionados com a utilização de SL nos centros de informação.

1) Oskar Calvo de Documentados.com apresenta Criação de laboratórios para a investigação em SL.

2) Masmedios.com organiza Software Open Source para Bibliotecas no que participam:

3) Reunião de usuários de Drupal

Também haverá outras actividades relacionadas com o Open Access e as Licenças Creative Commons.

Boas novas para os serviços de informação, começa a tomar força a entrada do SL nestes serviços o que augura boas notícias para o futuro imediato.

Por desgraça não vou poder assistir a estas Jornadas haverá que esperar a publicação das Actas para poder ver com detalhe os conteúdos.

Anúncios

Posted in Bibliotecas, Documentação, Software Livre | Com as etiquetas : | Leave a Comment »

Dicionário de Biblioteconomia e Arquivologia

Posted by João Manuel Peres Lijó em Segunda-feira, 27 Abril, 2009


A editora brasileira Briquet de Lemos lançou este dicionário da autoria de Murilo Bastos da Cunha e Cordélia Robalinho de Oliveira Cavalcanti.

Trata-se de uma obra muito interessante que vem encher um oco existente na nossa profissão, aportando uma ferramenta útil para o trabalho diário: ” o objectivo deste dicionário é definir, de forma clara, sucinta, e simples, os termos utilizados por bibliotecáros, arquivistas e demais profissionais da ampla e multifacetada área da ciência da informação, facilitando a expansão de seus conhecimentos“.

É muito interessante a entrada de verbetes em inglês já que uma boa parte do vocabulário que empregamos hoje provém desta língua.

A origem do dicionário remonta-se a muitos anos atrás. A prolongação no tempo leva a que algumas das entradas estejam um bocadinho desfasadas e também a que não se contemplem muitas novas que deveriam estar incluídas. Mas isto não é uma crítica à obra já que, uma vez completado e editado o trabalho, haverá que dar-lhe continuidade para actualizar no possível as entradas para futuras edições.

Há que revisar a entrada correspondente ao software livre misturado com o software aberto (open software) e também há que dar cabida a novos formatos e estándares: odf (open document), novos sistemas operacionais: ubuntu…

É fácil (e barato) fazer a encomenda da obra à própria editora desde este outro lado do Atlântico.

Parabéns aos autores e editores pela publicação desta obra!

Posted in Bibliotecas, Documentação | 1 Comment »

Open Source: Ilusão, Opção ou Imperativo?

Posted by João Manuel Peres Lijó em Terça-feira, 21 Abril, 2009


VII Jornadas da Licenciatura em Ciências da Informação, 18 e 19 de Maio nas faculdades de Engenharia e das Letras do Porto.

O primeiro dia começará com uma sessão de apresentações que contará com a presença do professor Jaime Villate (Associação Nacional para o Software Livre). Na sessão 2 terá lugar um debate com o título “Open Source Vs Software Privativo” com intervenções de algumas empresas (Microsoft, IportalMais, Peoples Conseil e Datinfor) e ESOP (Associação de Empresas de Software Open Source Portuguesas).

No segundo dia, a sessão 3 será subordinada ao tema “Ferramentas e experiências” e contará com a presença do Instituto de Informática do Ministério das Finanças, SUN Microsystems e Multicert. Na sessão 4, subordinada ao tema “Políticas de Software”, onde contaremos com a presença de um representante do Plano Tecnológico, da ODF Alliance, da Agência para a Modernização Administrativa e do Repositório Digital da Universidade do Porto.

A inscrição é gratuita e tem que ser realizada até dia 14 de Maio, pelo email lci.jornadas@gmail.com
e indicar o nome, instituição a que pertence (caso aplicável) e um contacto (e-mail, telefone ou telemóvel).

Programa completo.

Posted in Bibliotecas, Documentação, Software Livre | Leave a Comment »

Docentes de Informação e Documentação pelo compromisso social

Posted by João Manuel Peres Lijó em Quarta-feira, 17 Dezembro, 2008


Quero fazer eco do Manifesto assinado o 3 de Novembro por profissionais da informação e da documentação extraído do blog Recbic.

Para assinar este Manifesto podem contactar com: Pedro López López ou com Inmaculada Vellosillo

MANIFESTO:

DOCENTES DE INFORMACIÓN Y DOCUMENTACIÓN POR EL COMPROMISO SOCIAL

Los abajo firmantes, docentes de Información y Documentación identificados con la denominada corriente de “Biblioteconomía progresista”, preocupados por la escasa formación y sensibilidad predominante en los planes de estudio de materias que resalten el compromiso social de los futuros profesionales, consideramos que:

  • Las enseñanzas de Información y Documentación necesitan reforzar aspectos relacionados con el pensamiento social y con el compromiso democrático para lograr una formación realmente integral de los profesionales de este sector.
  • La anterior consideración viene avalada por decenas de resoluciones y declaraciones de organismos y asociaciones como UNESCO, Consejo de Europa, ABINIA, IFLA y otros, que resaltan el papel de las bibliotecas y otras unidades de información como garantes de derechos ciudadanos e impulsoras de los derechos humanos y los valores democráticos. Algunos de estos documentos son la Declaración de Caracas sobre la biblioteca pública (1985), el Manifiesto IFLA/UNESCO a favor de las bibliotecas públicas (1994), la Declaración de Copenhague sobre el papel de las bibliotecas públicas (1994), la Declaración de Buenos Aires (2004), el documento “Valores éticos compartidos por las bibliotecas nacionales” (ABINIA, 2004), el Manifiesto de Alejandría (2005), etc. Dichos documentos, entre otros muchos, nos sirven de fuente de inspiración para el enfoque que pretendemos reforzar, y pensamos que los estudiantes deben recibir formación suficiente sobre la filosofía de los valores que subyace en ellos.
  • Igualmente, nos sirve de inspiración la actividad desarrollada por decenas de organizaciones progresistas del mundo archivístico y bibliotecario, que denuncian casos de censura y otros abusos cometidos por autoridades o por poderes económicos (en materia de propiedad intelectual, legislación antiterrorista, etc.).

Todo ello nos lleva a adoptar los siguientes compromisos en el ámbito de nuestras actividades docentes, investigadoras o de cualquier otra índole:

  • Desarrollar en nuestra docencia temas y tratar aspectos relacionados con las cuestiones sociales que destacan el compromiso social de las titulaciones, tales como derechos humanos y Biblioteconomía/Información y Documentación, recuperación de la memoria histórica, modelo dominante de propiedad intelectual, acuerdos de la Organización Mundial del Comercio que inciden en los servicios bibliotecarios, etc.
  • Apoyar la inclusión de estas materias en los planes de estudio.
  • Dar a conocer la labor de destacados docentes, investigadores e investigadoras así como de organizaciones, que han realizado aportaciones valiosas dentro de este enfoque.
  • Impulsar y participar en proyectos de investigación que tratan asimismo estos temas.
  • Resaltar la importancia de que las bibliotecas den acceso a medios de información alternativos como elemento fundamental para contrarrestar la extendida manipulación informativa de los medios de comunicación convencionales, para que ciudadanos y profesionales puedan formarse un juicio crítico de los acontecimientos de actualidad.Resaltar, igualmente, la importancia de los archivos en cuestiones sociales de relieve como son la recuperación de la memoria histórica, destacando la importancia de poner todos los medios para no obstaculizar investigaciones judiciales, históricas y periodísticas, asegurando así el efectivo derecho a la información de todos los ciudadanos.
  • Destacar la importancia del activismo social como algo que no debe quedar relegado a la categoría de “hobby” para el tiempo libre, sino que forma parte sustancial de la práctica profesional cuando se trata de responder colectiva o individualmente a fenómenos como el abuso de las legislaciones antiterroristas que amenazan libertades ciudadanas, la censura, las prácticas abusivas de propiedad intelectual, etc.
  • Denunciar y dar a conocer a los colectivos implicados y a la opinión pública estas prácticas abusivas.
  • En definitiva, impulsar la conciencia social y el compromiso democrático de los futuros profesionales de la información y la documentación (bibliotecarios, archiveros, documentalistas…).

Madrid, 3 de noviembre de 2008

Posted in Bibliotecas, Documentação | Com as etiquetas : | Leave a Comment »

A Universitat Oberta de Catalunya (UOC) libera conteúdos educativos

Posted by João Manuel Peres Lijó em Quarta-feira, 6 Agosto, 2008


A Universidade abre através do UOC OpenCourseWare os seus materiais educativos nas áreas de Informática, Tecnologia e Multimédia principalmente nas áreas do Software Livre. Podem consultar-se os cursos disponíveis na actualidade no acesso directo a estes materiais.

Posted in Documentação, Software Livre | Com as etiquetas : | Leave a Comment »

Compromisso Social e Biblioteca

Posted by João Manuel Peres Lijó em Sexta-feira, 1 Agosto, 2008


Continuando com os artigos sobre biblioteconomia progressista que foi publicado neste mesmo blogue engado esta informação correspondente ao último número, o 166, da da Revista espanhola Educación e Biblioteca, correspondente aos meses de julho e agosto, inclui um interessante dossié: El compromiso social en el trabajo bibliotecario, coordenado por Pedro López López, professor da Faculdade de Ciências da Documentação da Universidad Complutense de Madri.

Indicamos o índice por se algum dos artigos pode ser do vosso interesse:

  • El mito de la neutralidad en biblioteconomía y documentación, Pedro López López
  • Los derechos humanos en el trabajo bibliotecario, Toni Samek
  • El documentalista comprometido. La documentación como compromiso social, Susana Fernández Herrero
  • Servicios multiculturales: bibliotecas para usuarios de múltiples nacionalidades, Gisela Sendra Pérez
  • Bibliotecas e inclusión social: coexistir en la diversidad, Daniel Canosa
  • ¿Es “biblioteconómicamente correcto” el compromiso social de la biblioteca universitaria?, José Antonio Magán y Javier Gimeno
  • La Biblioteca Nacional y Archivo de Irak: dificultades heredadas y nuevos retos, Saad B. Eskander

Posted in Bibliotecas, Documentação | Com as etiquetas : | Leave a Comment »

Biblioteconomia Progressista

Posted by João Manuel Peres Lijó em Quinta-feira, 22 Maio, 2008


Colo aqui o interessante artigo, e os recursos que contém, publicado na web da Biblioteca Municipal Simões de Almeida (Figueiró dos Vinhos, Portugal) sobre a corrente Bibliotecária Progressista.

A biblioteconomia progressista é uma corrente que, apesar de nos Estados Unidos remontar aos anos 30 do s. XX, tem ganho nos últimos anos adeptos um pouco por todo o mundo, desde a Europa passando pela América Latina.

Uma das principais preocupações destes bibliotecários está relacionada com a defesa da liberdade de expressão e dos direitos humanos, mas também com a censura, a preservação das bibliotecas públicas como espaços de liberdade abertos a todos e com a disponibilização e o acesso livre, universal e gratuito à informação. Veja-se a recente declaração da American Library Association que reconhece a responsabilidade social como um dos valores fundamentais da profissão de bibliotecário.

Para estes bibliotecários a neutralidade e a imparcialidade que aparecem frequentemente como valores fundamentais da profissão são uma forma de não questionar a realidade, de neutralizar os profissionais e de os impedir de intervir socialmente na construção de uma sociedade mais justa, equitativa e democrática. Vejam-se os dez princípios da Conferência Viena de 2000 de bibliotecários progressistas.

O que irá encontrar de seguida é uma lista de recursos electrónicos destinada em primeiro lugar aos profissionais da informação, mas que poderá ajudar o público em geral a compreender porque razão as bibliotecas em Portugal (e não só) interessam tão pouco a alguns sectores da sociedade e são tantas vezes cemitérios de livros ou meras salas de estudo.

A listagem foi actualizada eliminado aqueles endereços erróneos ou não existentes e aqueles sites que não tinham a ver directamente com a biblioteconomia e/ou documentação. Foi acrescentado também o recurso do Grupo de discussão do Yahoo: Bibliotecarios progresistas.

AKRIBIE
ANARCHIST LIBRARIANS WEB
BIBLIOTECALTERNATIVA
BIBLIOTECARIOS PROGRESISTAS
BIS
BITACORA DE UN BIBLIOTECARIO
BOOK AID INTERNATIONAL
COUNTERPOISE
FORO SOCIAL DE INFORMACIÓN, DOCUMENTACIÓN Y BIBLIOTECAS
GESBI
GLBTRT OF DE AMERICAN LIBRARY ASSOCIATION
INFORMATION FOR SOCIAL CHANGE
LIBR.ORG
LIBRARIAN ACTIVIST
LIBRARIANS FOR PEACE
LIBRARIANS WITHOUT BORDERS
LIBRARY JUICE
POLÍTICA Y BIBLIOTECA
PROGRESSIVE LIBRARIANS GUILD
RADICAL REFERENCE
SOCIAL RESPONSIBILITIES DISCUSSION GROUP
SOCIAL RESPONSIBILITIES ROUND TABLE
THE LIBRARY TAKES UP THE CASE

Pode-se ver também o recente livro publicado em espanha: De volcanes llena: biblioteca y compromiso social. Javier Gimeno Perelló, Pedro López López, María Jesús Morillo Calero (coords.); Gijón : Trea, 2007. 491 pp. ISBN: 978-84-9704-317-5

Blogged with the Flock Browser

Posted in Bibliotecas, Documentação | Com as etiquetas : | 1 Comment »

Formação

Posted by João Manuel Peres Lijó em Sábado, 26 Abril, 2008


Depois de vários anos sem participar em cursos de formação estes dois últimos anos estou voltando a me centrar naqueles temas que me interessam a nível pessoal e laboral.

Os último cursos, sobretudo dois deles, serviram para me reconciliar com o mundo das bibliotecas e da gestão da informação.

O Curso de Metadatos do Centro Internacional de Tecnologias Avanzadas da Fundacion German Sánchez Ruipérez, impartido por Francisco Javier Calzada Prada do Departamento de Biblioteconomía e Doc. da Univ. Carlos III de Madrid, serviu para me adentrar no mundo do Dublin Core e o XML. Aínda que básico sirve como início neste campo da gestão da informação. Como curiosidade há que indicar que entre os 28 participantes Peninsulares e de Latinoamérica participávamos 6 galegos.

O segundo curso foi o de Planificação Estratégica na Biblioteca Pública da Rede de Bibliotecas de Galicia impartido por Roser Lozano, directora da Biblioteca Pública de Tarragona. Impressionante a capacidade desta mulher de recarregar as pilhas para iniciar o trabalho na biblioteca desde uma nova perspectiva. Com um discurso que entra na gestão da biblioteca desde a perspectiva empresarial sem esquecer que trabalhamos em serviços públicos. Tratando o aspecto humano do assunto com a gestão dos recursos humanos desde o aspecto psicológico às vezes próximo da auto-ajuda mas que tem a ver com técnicas do cámbio de conduta da Gestalt e da Programação Neurolingüística: Pensamento positivo. Muito interessante rico e produtivo.

Qualquer dos dois altamente recomendáveis para quem quiser continuar a se formar.

Posted in Documentação | Com as etiquetas : | Leave a Comment »

 
%d bloggers like this: